terça-feira, 30 de março de 2010

São Platão, Confessor, Abade, Fundador (+ 814), 4 de Abril



Quando o imperador Constantino VI repudiou sua esposa para casar-se com uma prima de São Platão, este foi um dos raros a ousar condená-lo, o que lhe valeu quatorze anos de prisão e muitas outras perseguições.
Libertado, refugiou-se durante algum tempo em Studion, ficando recluso. O patriarca Nicéforo mandou prendê-lo na Ilha de Oxéia, no Arquipélago dos Príncipes, porque São Platão não aceitava sua súbita ascensão ao trono patriarcal.
De volta ao Mosteiro de Studion, sob ordem do imperador Miguel I, São Platão morreu três anos depois, cantando o hino “Eu sou a Ressurreição e a Vida”.


Tradução e Adaptação :
Gisèle Pimentel


Fontes :
http://2.bp.blogspot.com/_P34f5oOa7cM/SVQ6OfjCvFI/AAAAAAAALRA/-BTXOSpbI7M/s400/christ01.jpg


Nenhum comentário: